top of page

🟢 Municípios já podem participar do Censo das UBS


Nesta segunda-feira (3/06), inicia o Censo Nacional das Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo território brasileiro. Aproximadamente 70% dos municípios manifestaram interesse e já podem responder as perguntas do questionário, os demais ainda podem manifestar interesse ao Censo na plataforma e-Gestor do Ministério da Saúde. O Censo das UBS tem como objetivo realizar um amplo diagnóstico das condições de infraestrutura, equipamento e oferta dos serviços prestados pelas unidades.

 

A Secretaria da Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde (SAPS/MS) recomenda que seja escolhido um respondente por UBS do município. Para isso, o gestor municipal precisa cadastrar os respondentes do Censo na plataforma. Desta forma, o diagnóstico da principal porta de acesso do SUS será fiel às condições de trabalho e da oferta de serviço na comunidade, o que subsidiará o planejamento estratégico do setor saúde. O preenchimento do Censo é realizado na plataforma e-Gestor https://egestorab.saude.gov.br/. Para os municípios que ainda não manifestaram interesse de aderir ao Censo, basta  acessar a manifestação de interesse em https://acesso-egestoraps.saude.gov.br/login.

 

Construção tripartite

 

O secretário-executivo do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, chamou os gestores municipais a participarem do Censo das UBS. O convite foi feito no 1º Seminário Nacional sobre o Censo, realizado no dia 28 de maio. “É uma tarefa necessária para melhorar o SUS”, disse Junqueira em vídeo enviado para o seminário. “Precisamos ver as nossas necessidades e a capacidade de oferta, além da infraestrutura, para que possamos propor junto ao Ministério da Saúde melhoria nos investimentos. Desta forma, precisamos de um retrato fiel da Atenção Básica”, ressaltou Mauro Junqueira. (Veja o vídeo em: https://youtu.be/LrW6LJq4tVo)

 

O Censo é um instrumento de inovação da APS, construído coletivamente com estados e municípios. Vai permitir conhecer mais o processo de trabalho dos profissionais de saúde e os desafios locais para melhorar a qualidade dos serviços prestados nos territórios”, ressaltou o secretário da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde (SAPS/MS), Felipe Proenço, que participou do seminário, direto de Porto Alegre/RS. Para gestores e profissionais de saúde do Rio Grande do Sul, o Censo das UBS terá condições diferenciadas de participação.

 

A Câmara Técnica da APS do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) vai acompanhar a operacionalização do Censo nos Estados. “O país é enorme e nós temos municípios diversos, então sugerimos organizar a operacionalização da coleta dos dados do Censo, visto que surgirão várias dúvidas no decorrer do processo”, apontou a assessora técnica do Conass, Maria José Evangelista, no seminário.

 

Para sanar dúvidas, a SAPS/MS produziu o Manual de Orientações para manifestação de interesse do Censo das UBS disponível em https://sisapsdoc.saude.gov.br/gerenciaaps/adesao/censoaps

 

 


Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page